Investidora da Foxbit é nova patrocinadora da McLaren na F1

A OKX, uma das maiores plataformas de criptomoedas por volume de negociação do mundo, é a nova patrocinadora oficial da McLaren Racing e da McLaren Shadow e-Sports Team. A parceria tem como objetivo aproximar os torcedores e os clientes de ambas as marcas, oferecendo inovações de produtos e serviços.

O patrocínio valerá a partir do Grande Prêmio de Miami de Fórmula 1, que será realizado no próximo domingo (8). A marca da OKX será exibida nos carros McLaren MCL36 F1, nos capacetes dos pilotos Lando Norris e Daniel Ricciardo, e ainda nos uniformes tanto da equipe de corrida como do time de e-Sports.

“A marca McLaren representa tudo o que é inovador na F1. O que não é diferente no ecossistema cripto, que também é representado pela velocidade, confiabilidade e desempenho, tópicos que estão no centro de qualquer plataforma de negociação de criptomoedas de primeira classe”, comparou Haider Rafique, diretor de marketing da OKX.

“Inovamos na nossa plataforma todos os dias, garantindo a mais alta velocidade de execução de negociações para os nossos usuários“, acrescentou o executivo.

A OKX, que também á parceira comercial do Manchester City, é uma empresa que faz parte da OK Group, investidora da Foxbit, uma das maiores e mais antigas plataformas de troca de criptoativos do mundo, atuando no Brasil com portfólio para investimento entre criptomoedas, tokens DeFi, stablecoins, tokenização de ativos reais e serviços personalizados como a mesa de operações OTC, com a marca Foxbit Invest, e criptomoedas para empresas, com a marca Foxbit Business.

Vale lembrar que a McLaren rescindiu, no último mês de fevereiro, o contrato com a Bitci, sua antiga patrocinadora no segmento de criptomoedas. O rompimento aconteceu apenas oito meses após a assinatura do contrato, em junho de 2021. À ocasião, havia a expectativa do lançamento de um fan token da escuderia, que seria o primeiro desse tipo na F1. Os motivos da rescisão contratual não foram revelados.

O acordo com a Bitci foi o segundo desse tipo assinado pela McLaren que foi encerrado sem chegar ao final. Em julho de 2021, havia sido a vez da parceria com a plataforma de engajamento de fãs Iqoniq, que acabou entrando em liquidação em janeiro.