Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

ITP cancela aporte e português deixa F-1

ITP cancela aporte e português deixa F-1

Redação em São Paulo - SP Publicado em 05/02/2010, às 10h00 - Atualizado às 12h00

O português Álvaro Parente não será piloto de testes da Virgin Racing nesta temporada. A participação dele seria amparada pelo Instituto de Turismo de Portugal (ITP), que retirou a oferta de aporte e o alijou da equipe. O atleta não deve disputar sequer a GP2, categoria em que conquistou a oitava posição da temporada passada, porque a maioria das escuderias já fechou sua formação para 2010. A negociação entre ITP e Virgin girava em torno de dois milhões de euros. O acordo chegou a ser dado como certo em novembro do ano passado, mas a equipe e o instituto não conseguiram um consenso sobre detalhes da parceria. Nesta semana, Parente publicou um texto em seu blog dizendo que o turismo português estava ?fugindo de suas responsabilidades? e ?colocando em perigo? a carreira do piloto. O ITP respondeu na última quinta-feira, em nota oficial, e desmentiu qualquer vínculo entre sua negociação com a Virgin e a contratação do compatriota. ?Em nenhum momento das negociações foi apresentada como contrapartida a hipótese de o piloto Álvaro Parente aparecer como titular da equipe de Fórmula 1 da Virgin, como piloto de testes ou como seu representante em qualquer outro campeonato. Sempre deixamos claro que o único interesse que estava em análise era a promoção conjunta das marcas?, afirmou o comunicado. A polêmica chegou até ao futebol espanhol. Também em nota oficial, o meia português Cristiano Ronaldo, que defende o Real Madrid, disse na última quinta que estava chocado com a situação de Parente. O astro merengue ainda lamentou a comparação entre seu país e a Espanha, que terá três pilotos na Fórmula 1 em 2010. Assim como Cristiano Ronaldo, Parente tem como empresário o português Jorge Mendes, que é agente Fifa.