Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Mogi acerta parceria para estruturar base

Mogi acerta parceria para estruturar base

Redação em São Paulo - SP Publicado em 05/03/2009, às 10h00

Uma parceria é a nova aposta do Mogi Mirim para reestruturar suas categorias de base. O clube do interior paulista acertou com a empresa 2B, focada em gestão de entidades esportivas e orientação de carreira. A partir desta temporada, a companhia auxiliará a equipe na captação e na formação de jogadores para o time sub-20. A primeira iniciativa da parceria é levar o elenco sub-20 do Mogi Mirim para uma série de jogos na Europa. O Mogi Mirim fará um período de treinamento na academia de futebol do Sporting a partir da segunda quinzena de março, e depois viajará para Barcelona a fim de encontrar seu presidente, o jogador Rivaldo. Além disso, o Mogi disputará um torneio chamado Mediterranean International Football Cup, realizado em Costa Brava, na Espanha. A competição contará com seleções sub-20 de Brasil, Burkina Faso e México e clubes como Barcelona, Benfica, Espanyol, Porto e Tallyat (Rússia). A excursão do Mogi pela Europa ainda contará com uma série de amistosos na Alemanha. Para formar essa delegação, a 2B selecionou jogadores que já estavam no clube e obteve empréstimos de jogadores de Avaí, Rio Claro e São Carlos. ?O interc"mbio que esses meninos farão é uma coisa formidável. Só a experiência que eles passarão treinando e atuando com grandes clubes europeus não tem preço. Isso só fortalece o principal objetivo das categorias de base de um clube, que é a formação pessoal e profissional do jovem?, disse o ex-jogador César Sampaio, consultor-técnico do Mogi Mirim. A formação da delegação e a viagem à Europa são as duas primeiras iniciativas de um novo modelo de gestão para a base do Mogi Mirim. ?Nossa ideia é fazer uma gestão consciente e responsável da categoria sub-20, iniciando por esse torneio. A formação de atletas tem de ser algo estudado, planejado e não meramente uma observação dentro de campo?, disse André Barros, diretor-executivo da 2B.