Nike acerta com Bahia e Coritiba

Lotto, parceira de ambos os times em 2011, será substituída pela Nike

Lotto, parceira de ambos os times em 2011, será substituída pela Nike

Após fechar negócio com Internacional e Santos, a Nike acertou com mais dois clubes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Bahia e Coritiba, que nesta temporada vestiram Lotto, têm acordos apalavrados com a fabricante de materiais esportivos norte-americana e estão em fase de elaboração do contrato, em vínculo até o fim de 2015.

Como ainda há determinadas cláusulas em aberto, existe a possibilidade de que ambos os negócios não deem certo, mas ela é considerada ínfima. As sondagens já existem há vários meses. Oficialmente, nenhum dos três lados confirma o acerto, principalmente em respeito ao contrato ainda existente com a Lotto nas duas equipes.

No esquema da companhia, ambos os novos parceiros foram captados pela divisão de vendas, voltada para a comercialização de materiais esportivos como modo de lucrar. A fabricante possui outra divisão, de marketing, pela qual negócios são fechados com o intuito de retorno à marca. O Corinthians se encaixa nesse segundo formato.

Ao colocar Bahia e Coritiba entre a lista de times brasileiros atendidos, a Nike amplia ainda mais a atuação no país. Antes deles, Internacional e Santos já tinham sido fechados, e o Corinthians já é parceiro há vários anos. Essa postura, mais agressiva em relação ao que fazia até hoje, condiz com a nova estratégia da empresa para o Brasil.

Em função da Copa do Mundo de 2014, a Nike decidiu que teria um clube por cidade-sede do torneio. Desse modo, as cidades de São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Salvador já estão garantidas. O Ceará, sediado em Fortaleza, também diz ter proposta da fabricante, e o Flamengo, no Rio de Janeiro, também foi alvo de sondagens neste ano.

O ataque da companhia ao mercado brasileiro tem feito com que outros fornecedores tenham de adaptar os planos para o país. A Umbro, por exemplo, depois de perder o Santos, decidiu redirecionar o foco para as regiões Norte e Nordeste, ao acertar com clubes como o Remo e com federações nordestinas. Mundialmente, ela pertence à Nike.