Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Palmeiras busca dois profissionais para marketing

Aporte da Kia Motors foi único resultado de atuação de Reis no clube

Rodrigo Capelo em São Paulo - SP Publicado em 19/03/2012, às 09h27 - Atualizado às 12h27

Imagem Palmeiras busca dois profissionais para marketing
Aporte da Kia Motors foi único resultado de atuação de Reis no clube

Aporte da Kia Motors foi único resultado de atuação de Reis no clube

Ao mesmo tempo em que o Palmeiras destitui os três diretores de marketing existentes até este ano, o clube também está à procura de dois novos profissionais para integrar o departamento. Um deles irá atuar na criação de novos projetos, e o outro, com o relançamento do programa de sócios-torcedores, Avanti. Até o momento, os dois nomes ainda não foram divulgados, algo que deverá acontecer nesta semana.

Um dos profissionais já foi escolhido pela equipe paulista, na verdade, e precisa apenas precisa passar por processos burocráticos para confirmar a contratação. A outra vaga segue indefinida, pois ainda não foi encontrada pessoa com perfil ideal para trabalhar em um time de futebol, conforme contou um dos remanescentes do marketing palmeirense à Máquina do Esporte.

A área, no Palmeiras, bem como a diretoria de comunicação e propaganda, recentemente passou a ser subordinada da vice-presidência administrativa, comandada por Edvaldo Frasson. Foi uma jogada de Arnaldo Tirone, presidente alviverde, para tentar melhorar o desempenho de ambos os departamentos, até então coordenados pelo ex-diretor de marketing, Rubens Reis.

A saída efetiva de Reis do cargo, na verdade, ainda precisa ser oficializada. O dirigente se recusou a deixar a função, após solicitação feita por Tirone para que tal acontecesse, e chegou a discutir com o presidente palmeirense. Os outros dois diretores, Marco Polo Del Nero Filho e Bruno Frizzo, não se opuseram a sair, até porque pouco compareciam no dia a dia do marketing da equipe.

Esses dois novos profissionais, portanto, terão de conciliar um clima de guerra política, entre diretores destituídos e pressão sobre o presidente, e a falta de resultados do departamento. Desde a formação do "conselho gestor" atual, apenas o patrocínio da Kia Motors, na cota máster, foi conseguido. Outros assuntos, como o próprio programa de sócios-torcedores, permaneceram parados por quase um ano.