Para crescer no Sul, Cia Do Terno patrocina Joinville

Terceiro uniforme preto e amarelo, alusivo ao parceiro, está previsto

Terceiro uniforme preto e amarelo, alusivo ao parceiro, está previsto

O basquete de Joinville assegurou na última quinta-feira (1º) novo patrocinador máster. Depois de ver a Brascola desistir do investimento no fim da última temporada e temer a perda de competitividade, sobretudo para a disputa do Novo Basquete Brasil (NBB), o clube fechou com a Cia Do Terno. A empresa está interessada no Sul do Brasil.

A loja de ternos, gravatas e roupas sociais pretende abrir novas unidades nessa região do país, mais especificamente nas cidades de Itajaí, Balneário, Florianópolis, Chapecó e Camboriú. Como todas elas estão relativamente próximas de Joinville, sede da equipe, o investimento se justificou.

O contrato foi assinado na tarde da última quinta por Pedro Paulo Drummond, diretor da companhia, e Luis Silva, sócio-diretor da VO2 Marketing, agência de marketing esportivo que é responsável por gerir o marketing do clube de basquete, na sede da empresa, em Belo Horizonte, capital mineira.

Ao clube, a chegada do investidor representa a possibilidade de reforçar o time para a disputa do NBB, principal campeonato da modalidade no país. Embora o valor pago pela Cia Do Terno seja inferior ao que era repassado pela Brascola, última dona da cota, a verba é tida como suficiente para reforçar a equipe.

O acordo entre as partes é de dez meses, até o fim da próxima edição do Nacional, mas há interesse em seguir com a parceria por mais tempo. O Joinville, para diversificar o retorno dado à loja de ternos, pretende criar um terceiro uniforme alusivo ao patrocinador, nas cores preto e amarelo. A mesma estratégia já havia sido usada para agradar a Brascola.