São José segura patrocínios e investe em estrutura

Clube renovou com Unimed e Vinac e criou departamento médico - Crédito Maurício R. Martins

Clube renovou com Unimed e Vinac e criou departamento médico - Crédito Maurício R. Martins

Enquanto clubes como Assis e Araraquara lutam para encontrar fontes de receita, no intuito de se manter na próxima temporada do Novo Basquete Brasil (NBB), o São José está em confortável situação, pelo menos no quesito "patrocinadores". Os acordos com Unimed e Vinac foram renovados por mais um ano, e houve novos investimentos.

Além de manter os atletas da última temporada do campeonato nacional, a equipe do interior de São Paulo decidiu reforçar a infraestrutura, em vez de buscar jogadores renomados no mercado. O clube contratou novo preparador físico e criou departamento médico próprio, dotado de médico, fisioterapeuta, psicólogo e nutricionista.

"Estamos desde o ano passado com foco na estruturação do time, com melhorias em equipamentos e estruturas físicas", aponta Luis Inácio Messias, diretor do São José, à Máquina do Esporte. Para ele, esses são pontos que não costumam ser valorizados pela torcida, mas de "suma import"ncia" para o desempenho da equipe.

O próximo passo será estruturar departamento de marketing. Embora a equipe já conte com assessoria de imprensa própria, a captação de recursos e a criação de ações de marketing está concentrada no diretor, atualmente. Nesse quesito, o dirigente avalia alternativas e pretende colocar o melhor plano em prática em setembro.

Dentre as possibilidades, estão a contratação de agência de marketing esportivo terceirizada, estratégia adotada por rivais como Univille/Joinville, Tijuca/Locanty, Liga Sorocabana e Winner/Limeira, ou a contratação de profissional específico para lidar com essas questões de dentro do clube, de maneira centralizada.

"Nossa parte de marketing está muito ligada ao que fazem nossos patrocinadores, porque eles têm esse departamento e criam ações no basquete", finaliza Messias. "A área de marketing é importantíssima para que o clube se estruture financeiramente, mas tivemos de priorizar o departamento médico neste momento".