Sport define Engevix como investidora de novo estádio

Empresa irá custear construção da obra e obter receitas por 30 anos

Empresa irá custear construção da obra e obter receitas por 30 anos

O Sport dará na manhã da próxima quarta-feira (27) novo passo em direção à construção de novo estádio. Após ter escolhido o projeto proposto pela PluriSports em abril deste ano, a equipe pernambucana irá assinar contrato com a Engevix, empresa de engenharia fundada em 1965 e responsável por arcar com os custos da obra.

A construção foi orçada em R$ 450 milhões, valor que será pago integralmente pela companhia, que por sua vez fará empréstimo no Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Embora a verba vá ser financiada por meio do órgão governamental, a futura arena não será usada durante a Copa do Mundo de 2014.

O novo estádio do Sport terá espaço para 45 mil lugares e seguirá padrões da Fifa. A partir da data de inauguração, a Engevix terá direito a explorar propriedades comerciais do estabelecimento por 30 anos, com exceção às bilheterias das partidas de futebol realizadas no estádio, que serão integralmente repassadas aos cofres do clube.

Em relação ao uso para shows e eventos, o Sport irá receber 7% das receitas durante os primeiros dez anos de parceria. Esse número irá subir para 15% durante os dez anos seguintes e será ampliado novamente, para 25%, nos últimos dez anos. A partir de então, toda a renda oriunda da nova arena será da equipe pernambucana.

Os próximos passos a serem adotados, segundo Gustavo Dubeux, presidente do clube, é aprovar todos os projetos relacionados à construção com o poder público. "Daremos entrada na prefeitura para concluir essas questões, algo que deve acontecer entre 90 e 120 dias", explica o mandatário em entrevista à Máquina do Esporte.