Suspeita de bomba faz jogo de basquete começar sem público

Policiais do esquadrão antibombas na Arena Carioca 1

Uma suspeita de bomba fez com que a Arena Carioca 1 fosse totalmente isolada durante alguns minutos. Uma mochila abandonada foi encontrada perto de uma das entradas do ginásio. Por precaução, o esquadrão antibombas foi chamado.

A polícia especializada no setor utilizou um robô para se aproximar do pacote abandonado e detonar a explosão do material. Um forte barulho foi ouvido a alguns metros de distância, assustando inclusive uma equipe da Globo News, que estava ao vivo em frente à arena.

A detonação do objeto abandonado seguiu o protocolo de segurança para incidentes como esse. Após a explosão, os responsáveis pela segurança na arena encontraram apenas uma jaqueta, um par de meias e um tablet dentro da mochila.

O episódio atrasou a entrada do público para o jogo das 19h pelo torneio masculino de basquete entre Espanha x Nigéria. Os espanhóis estranharam o barulho e não haviam sido avisados do incidente até entrarem em quadra com o ginásio vazio.

“Ouvimos a explosão. Não sabíamos exatamente o que era. Olhamos ao redor e perguntamos: ‘O que está acontecendo?’ Não sabíamos. Pensamos que talvez ninguém fosse ver o jogo hoje. Ouvimos o barulho, olhamos em volta e vimos que estava tudo bem”, contou Pau Gasol, principal astro da seleção espanhola, que venceu o jogo por 96 a 87.

Já o técnico William Bryant Voigt, da Nigéria, disse ter sido notificado sobre o problema, mas preferiu não relatar nada aos jogadores. “Não queria que isso fosse uma distração. Eu sabia quando foi detonada [a mochila]. Foi algo que todo mundo percebeu, mas meus jogadores, não. Então, não acho que a gente pode usar isso como desculpa para não começar bem [o jogo]”, afirmou o treinador norte-americano.