Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

TV grátis diferencia Bahia de ?grandes?

TV grátis diferencia Bahia de ?grandes?

Gustavo Franceschini em São Paulo - SP Publicado em 20/02/2009, às 07h00 - Atualizado às 10h00

As duas maiores torcidas do Brasil adotaram, durante a temporada de 2008, uma iniciativa diferenciada de marketing, que trouxe a criação de uma TV própria como uma das principais novidades. O fracasso de Corinthians e Flamengo, no entanto, foi retumbante. Mesmo assim, contra todos os prognósticos, o Bahia resolveu criar sua emissora, apostando na gratuidade como peça-chave para o sucesso. Com modelos de funcionamento semelhantes, as emissoras de televisão de clubes naufragaram pela cobrança feita aos interessados. O conteúdo diversificado, com imagens e informações de bastidores, não atraiu os torcedores, que se recusaram a pagar o preço estipulado pelas diretorias de marketing. Longe de toda essa movimentação, o Bahia entende que o processo deva ser mais democrático. Com a DB4, mesma produtora responsável pelas emissoras das duas maiores torcidas do Brasil, como parceira, o clube abriu o acesso. ?A nossa ideia é fazer um sistema diferente. Existem três formas de visualização do conteúdo. O sócio poderá acessar a informação na hora da postagem. Aquele que tem interesse e adquire o título pode ver os vídeos na hora, e quem está distante de tudo isso poderá assistir 72 horas depois da publicação?, disse Nilton Maia, novo diretor de marketing do Bahia. A ?TV Bahêa?, que ganhou esse nome em referência ao grito do público nos estádios, estará alinhada com o novo programa de sócio-torcedores do clube. Além de incrementar sua renda, o clube da Fonte Novas pretende renovar sua imagem, passando mais credibilidade para o mercado.