Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Under Armour “invade” patrocínio olímpico com calçados do Canadá

Marca norte-americana dá passo importante de olho em crescimento mundial

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 18/12/2017, às 13h54

Imagem Under Armour “invade” patrocínio olímpico com calçados do Canadá

Foto: Reprodução / Twitter (@TeamCanada)

A Under Armour fechou um acordo com o Comitê Olímpico Canadense e será responsável pelos calçados de toda a delegação canadense no ciclo entre 2018 e 2024. Os valores do acordo não foram divulgados. Esta será a primeira vez que a marca norte-americana vai patrocinar um comitê olímpico em sua história.

A nova parceria passa a valer nos Jogos de Inverno de Pyeongchang, na Coreia do Sul, no ano que vem. As competições começam em 9 de fevereiro de 2018 e terminam no dia 25 do mesmo mês. Além de Pyeongchang e todas as competições menores nos próximos anos, o acordo ainda compreende os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, e 2024, em Paris, assim como os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, em Pequim.

“Estamos orgulhosos de ser o primeiro parceiro olímpico da Under Armour, o que nos garante oferecer o calçado mais inovador para esporte de alto desempenho”, afirmou Derek Kent, diretor de marketing do Comitê Olímpico Canadense.

Pelo acordo, a Under Armour fornecerá tênis de alta performance não só para as competições mas também para treinamentos e cerimônias de abertura e encerramento. O anúncio coincide com o início das vendas de uma edição limitada de botas de inverno com o logotipo e as cores do Team Canada.

A entrada da Under Armour no mundo olímpico por meio de seus calçados comprova ainda mais o quanto a marca norte-americana está apostando nesse nicho. O objetivo a médio e longo prazo é começar a rivalizar com as líderes do setor, como Nike, Adidas, Asics e Mizuno.

Além disso, a empresa, já bastante conhecida nos Estados Unidos, vem tentando ganhar espaço na Europa e outras partes do mundo recentemente. Segundo especialistas da imprensa norte-americana, entrar para o mundo olímpico parece ser uma estratégia que pode alcançar sucesso no futuro.