Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Sem motor

Conhecido como "Corrida Maluca", Red Bull Ladeira Abaixo voltará ao Brasil em 2022

Sétima edição do evento no país será em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, no dia 9 de outubro

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 27/04/2022, às 13h59

Participante desce a ladeira na última edição do evento ocorrida no Brasil, em São Paulo, em 2019 - Fabio Piva / Red Bull Content Pool
Participante desce a ladeira na última edição do evento ocorrida no Brasil, em São Paulo, em 2019 - Fabio Piva / Red Bull Content Pool

Após três anos sem ter uma edição no Brasil, o Red Bull Ladeira Abaixo, evento promovido pela multinacional do segmento de energéticos, voltará ao país em 2022. A cidade escolhida para receber a “Corrida Maluca” dessa vez foi Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, que sediará o evento no dia 9 de outubro.

Com mais de 130 etapas realizadas ao redor do mundo desde seu surgimento, o Red Bull Ladeira Abaixo ganhou o apelido de “Corrida Maluca” justamente por lembrar um dos desenhos animados mais icônicos da Hanna-Barbera. O evento convida pilotos, experientes ou não, a construírem seus próprios carrinhos para descer uma via íngreme, movidos à força da gravidade. Os interessados devem abusar da criatividade e levar em consideração que tudo pode virar um carro. A única proibição é colocar um motor.

Para participar do desafio, basta desenhar o projeto do carrinho, enviar a inscrição neste site e aguardar a confirmação. Os 50 projetos mais criativos serão selecionados pela organização do evento para competirem no segundo semestre, com o objetivo de descer uma ladeira com alguns obstáculos no caminho, e completar o circuito proposto.

Os escolhidos, que podem formar equipes de até quatro pessoas, terão cerca de três meses para construir o projeto apresentado antes de encararem o desafio final. Vale destacar que o transporte do carrinho até o local da competição será feito pelos próprios competidores, independentemente de sua cidade de origem.

No Brasil, esta é a sétima edição da corrida, que já foi realizada em Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Balneário Camboriú (SC), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO) e São Paulo (SP). Na última edição nacional, em 2019, a competição contou com o ator e piloto Caio Castro no comando do evento. No júri, estiveram presentes o ator Felipe Titto, o surfista de ondas gigantes Pedro Scooby, o youtuber Léo Picon, a skatista Yndiara Asp, o apresentador de TV Gerson Campos e a coreógrafa Aysla Martins.