Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Novos nomes

Disney "aposenta" ESPN Brasil e dá sobrevida ao Fox Sports

A partir desta segunda-feira (17), canais esportivos mudarão de nome para atender padronização global

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 17/01/2022, às 10h51 - Atualizado às 10h55

ESPN adotará, no Brasil, nomenclatura padronizada com os Estados Unidos para seus canais - Divulgação / Disney
ESPN adotará, no Brasil, nomenclatura padronizada com os Estados Unidos para seus canais - Divulgação / Disney

O grupo Disney implementará, a partir desta segunda-feira (17), uma grande mudança na história dos canais ESPN no Brasil para o público final. Depois de quase três décadas, o canal ESPN Brasil, que marcou a chegada da rede americana de esportes ao país, deixa de existir.

Atendendo a uma padronização global, a Disney aposentará o nome ESPN Brasil e passará a adotar apenas a nomenclatura ESPN para o canal. A alteração dá ao Brasil o mesmo tratamento que existe globalmente para os canais da empresa.

Criada no início dos anos 1990, a ESPN Brasil foi um marco na história global da ESPN, sendo o país o único a ter uma marca própria da rede. A mudança de nomes faz parte de mais uma etapa da extensa fusão da Disney com a Fox.

Agora, o canal ESPN Brasil passa a se chamar apenas ESPN. Já o canal ESPN, antigo ESPN Internacional, adotará o nome ESPN 2. O canal ESPN 2, por sua vez, receberá o nome de ESPN 3.

Outra mudança é no nome do Fox Sports. O canal, adquirido em 2018 pela Disney e que teve a fusão aprovada no mercado brasileiro em 2020, passará a se chamar ESPN 4.

Os dois únicos canais esportivos que não sofrerão mudança são o ESPN Extra e o Fox Sports 2, que manterão suas nomenclaturas originais.

A mudança apenas em janeiro de 2022 se justifica. Esse era o prazo mínimo dado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) para a manutenção da marca Fox Sports pelo grupo Disney. Agora, a empresa poderá se desfazer da marca, algo que, pelo menos por enquanto, está descartado.