Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Jogos de azar

NCAA aprova relaxamento de restrições de dados para apostas esportivas

Decisão ocorreu após um acordo da Conferência Centro-Americana com a Genius Sports

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 29/04/2022, às 10h36 - Atualizado às 10h38

Conferências e universidades poderão assinar acordos comerciais com empresas de dados e sites de apostas - Reprodução / Instagram (@ncaa)
Conferências e universidades poderão assinar acordos comerciais com empresas de dados e sites de apostas - Reprodução / Instagram (@ncaa)

A NCAA (associação de esporte universitário dos EUA)aprovou uma permissão para que atletas, faculdades e competições assinem acordos com empresas de distribuição de dados que vendem essas informações para sites de apostas esportivas.

O relaxamento do regulamento em relação ao setor foi aprovado em uma reunião do comitê de regras da entidade na última quarta-feira (27) e informado para as universidades na quinta (28). A ressalva, segundo o site Sportico, é que tais dados devem estar disponíveis para o público em geral.

A decisão permitirá que conferências e universidades possam assinar acordos comerciais com empresas de dados e sites de apostas. Isso dependerá, no entanto, da legislação de cada estado, porque cada um possui autonomia diante do tema. Gradualmente, as apostas para jogos profissionais e universitários têm sido liberadas.

Ligas profissionais, como NFL e NBAtêm conseguido arrecadar bastante dinheiro com acordos de patrocínio com sites de apostas. No mês passado, a Conferência Centro-Americana, da NCAA, assinou acordo com a Genius Sports para fornecimento de dados. Essa parceria não permitia que a Genius vendesse essas informações para sites de apostas, o que mudou agora, com a alteração da regra da liga universitária.

A permissão também abre a possibilidade de detentores de direitos nos esportes universitários de assinar acordos comerciais com o setor, que experimenta rápida expansão nos Estados Unidos. O último abrandamento das regras da NCAA em relação ao quesito apostas havia acontecido em janeiro de 2020, quando o conselho da primeira divisão permitiu que as entidades promovessem jogos de azar em eventos de campeonato.

No início deste ano, a NCAA permitiu que os atletas universitários pudessem assinar contratos de patrocínio. A decisão era esperada há meses, depois que vários estados aprovaram leis que praticamente derrubaram os regulamentos da NCAA sobre o tema.