Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Podcast / Maquinistas

Messi turbina negócios da PSG Academy pelo mundo

Rede de franquias de escola oficial do clube cresceu após contratação do argentino

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 06/09/2021, às 16h10

PSG Academy entrou em ritmo de expansão pelo Brasil com contratação de Messi - Divulgação
PSG Academy entrou em ritmo de expansão pelo Brasil com contratação de Messi - Divulgação

A contratação de Lionel Messi pelo Paris Saint-Germain fez o clube ganhar ainda mais o centro das atenções dos torcedores em todo o mundo e, com isso, expandir os negócios da equipe francesa para novos territórios da Ásia e da América do Sul.

A partir de outubro, será aberta a primeira escola do PSG Academy, rede de franquias que leva a marca do clube parisiense voltada para meninas e meninos de 5 a 18 anos de idade, na Coreia do Sul. Serão três centros de formação, todos perto da capital Seul, reforçando a estratégia do PSG de expandir sua marca para novos territórios.

O projeto coreano do PSG pretende receber cerca de 400 jovens em seu primeiro ano e quase 2 mil crianças em três temporadas. A ideia da Miragro Box, que será responsável pela implementação do projeto coreano, é de construir dez campos de futebol soçaite em telhados de shopping centers em todo o país.

OUÇA AO PODCAST MAQUINISTAS COM FRANÇOIS MAROT, DA PSG ACADEMY BRASIL

Os números projetados pelos coreanos podem ser facilmente ultrapassados se as franquias da PSG Academy na Coreia do Sul seguirem o sucesso brasileiro.

Usada como forma de expansão internacional da marca Paris Saint-Germain, a PSG Academy é, no Brasil, um projeto em franca expansão, mesmo com a retração provocada pela pandemia.

Nesta semana, a Máquina do Esporte entrevistou François Marot, cofundador e diretor executivo da rede de franquias do clube no Brasil.

No bate-papo para o podcast Maquinistas, Marot explicou como anda o projeto de expansão das franquias e ainda falou sobre o impacto que a chegada de Messi provocou tanto na procura por franqueadores quanto por alunos.