Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Mídia

Futebol feminino não empolga audiência em dia histórico para Globo

Narradora Renata Silveira foi a primeira mulher a comandar um jogo de futebol na história da emissora

Augusto Dalla Vecchia - São Paulo (SP) Publicado em 10/02/2022, às 18h40

Jogadoras de Flamengo e Grêmio disputam jogada em partida da Supercopa de Futebol Feminino - Marcelo Cortes / Flamengo
Jogadoras de Flamengo e Grêmio disputam jogada em partida da Supercopa de Futebol Feminino - Marcelo Cortes / Flamengo

O futebol feminino vem vivendo o seu auge em termos de alcance e melhorias nos últimos anos, desde a organização de campeonatos até a chegada de diversos patrocinadores e o aumento da visibilidade, com a transmissão de partidas inclusive na TV aberta (com a Band até 2021). Para este ano, a Globo fechou um “superpacote“e, para começar, está transmitindo com exclusividade a Supercopa de Futebol Feminino.

Apesar de ser um dia histórico para a emissora carioca, com Renata Silveira estreando como a primeira narradora a comandar uma partida de futebol no canal, a transmissão do empate por 1 a 1 entre Flamengo e Grêmio, duas das camisas mais pesadas do país, não empolgou no Ibope. Mesmo com a decisão nos pênaltis, o que costuma chamar uma atenção maior do público, o duelo derrubou a média da emissora em São Paulo e apenas manteve a média no Rio de Janeiro.

Na capital paulista, a partida marcou 9 pontos de média, 4 pontos abaixo da média da emissora nas últimas quatro semanas na faixa horária da transmissão da partida (das 15h30 às 17h40).

Vale destacar que não havia envolvimento de clubes paulistas no confronto. Como base de comparação, no último domingo (6), com a transmissão da vitória do Corinthians sobre o Palmeiras por 3 a 0, ainda pelas quartas de final da mesma Supercopa, a Globo conquistou 9 pontos, exatamente a mesma média habitual do Esporte Espetacular, atração dominical da emissora.

No Rio de Janeiro, com o Flamengo em campo, houve uma melhora do resultado em relação a São Paulo, com 14 pontos de média. Porém, trata-se dos mesmos 14 pontos que a emissora carioca costuma marcar na praça com sua programação normal, como nas últimas quatro semanas.

A emissora voltará a transmitir o futebol feminino no próximo domingo (13), com a final da Supercopa Feminina entre Corinthians e Grêmio, às 10h. A expectativa é de um interesse maior do público paulista, já que há um clube da cidade envolvido. Além disso, a partida valerá a primeira taça do futebol feminino na atual temporada.