Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Guerra

Nike encerra contrato com Spartak Moscou por exclusão da Rússia das ligas europeias

Atitude da marca americana foi motivada pela decisão da UEFA de proibir times russos de jogarem torneios continentais

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 13/05/2022, às 09h16

Nike era fornecedora de material esportivo do Spartak Moscou desde 2005 - Reprodução / Twitter (@fcsm_eng)
Nike era fornecedora de material esportivo do Spartak Moscou desde 2005 - Reprodução / Twitter (@fcsm_eng)

A Nike rescindiu o contrato de patrocínio com o Spartak Moscou, um dos mais tradicionais do futebol russo, porque o time não poderá participar das competições europeias na próxima temporada. A exclusão foi definida pela UEFA como uma forma de se mostrar contra a invasão e consequente guerra instaurada pela Rússia na Ucrânia.

O clube, que era patrocinado pela marca americana desde 2005, afirmou, nesta quinta-feira (12), que já está no mercado à procura de um novo fornecedor de material esportivo após a decisão tomada pela Nike.

Vale lembrar que o time russo estava classificado para a disputa das oitavas de final da atual temporada da Europa League quando a guerra eclodiu na Ucrânia. Por decisão da UEFA, os jogos contra o Red Bull Leipzig foram cancelados em fevereiro, com o time alemão garantindo vaga direta nas quartas de final.

Esta não é a primeira atitude tomada pela Nike contra a invasão russa à Ucrânia. A multinacional esportiva americana suspendeu as operações físicas e on-line em território russo cerca de uma semana depois do início do conflito. Outras gigantes do universo esportivo tomaram atitudes semelhantes, entre elas Adidas, Under Armour e Decathlon.