São Paulo promoverá ação contra violência doméstica no clássico diante do Santos

O São Paulo fará uma ação para chamar a atenção dos torcedores contra a violência doméstica no clássico diante do Santos, que será disputado nesta segunda-feira (2), às 20h, no Estádio do Morumbi, válido pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time, que se tornou integrante da Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas no início do mês passado, divulgará informações sobre a assistente virtual Ângela, que atua e auxilia no suporte a mulheres em situação de violência, no telão do estádio, além de uma ação física, com a entrada em campo de uma faixa com informações em prol da causa.

A iniciativa é liderada pelo Instituto Avon, Fundação Dom Cabral e ONU Mulheres com o objetivo de engajar líderes do setor privado e garantir o compromisso voluntário pelo fim da violência contra mulheres e meninas. Atualmente, são 127 empresas signatárias que atuam alinhadas aos Princípios de Empoderamento das Mulheres, da ONU Mulheres e do Pacto Global, e em contribuição à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

De acordo com o Instituto Avon, a assistente virtual Ângela é um chatbot desenvolvido pelo próprio instituto para atender mulheres em situação de violência. Por meio de mensagens de texto via WhatsApp, ela é capaz de identificar o grau de vulnerabilidade ao qual a mulher está exposta e direcioná-la para serviços de apoio adequados, como atendimento psicológico, orientação jurídica e auxílio transporte para locais seguros, como abrigos temporários e redes públicas de acolhimento e proteção.

O contato com a assistente virtual pode ser feito pelo número (11) 94494-2415.

Como parte da Coalizão Empresarial, o time paulista integrará o tema à agenda de treinamentos de suas lideranças e realizará a implementação de canais e projetos de apoio às suas profissionais para criar um ambiente de trabalho seguro. O objetivo é contribuir com a mobilização da sociedade como um todo em torno do tema, incluindo as torcidas, para mudar a realidade das brasileiras.