Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Motor / Automobilismo

Fiat anuncia patrocínio ao Campeonato Brasileiro de Fórmula 4 com marca Abarth

Todos os monopostos serão equipados com motor produzido na Itália e usado em outros países do mundo

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 13/05/2022, às 12h04 - Atualizado às 12h06

Aurelia Nobels é um dos destaques da Fórmula 4, nova categoria de monopostos do Brasil - José Mario Dias / Divulgação
Aurelia Nobels é um dos destaques da Fórmula 4, nova categoria de monopostos do Brasil - José Mario Dias / Divulgação

A Fiatanunciou o patrocínio da primeira temporada do Campeonato Brasileiro de Fórmula 4, certificada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA)com a marca Pulse Abarth, com mais de 70 anos de história. As disputas terão transmissão ao vivo do BandSports e nos canais do YouTube e Facebook da categoria.

A categoria representa o primeiro passo para pilotos vindos do kart e que sonham em ter uma carreira no automobilismo profissional. Todos os veículos monopostos Tatuus F4 T-021, os mesmos dos campeonatos da categoria na Itália, Inglaterra, Alemanha, Espanha, Emirados Árabes Unidos e Índia, serão equipados com o motor Abarth 1.4 T-Jet de 180 cv produzido na Itália.

“O patrocínio à Fórmula 4 no Brasil faz parte de um conjunto de ações para lançar a marca Abarth no país. Após apresentarmos a Abarth no Big Brother Brasil 2022, a marca agora anuncia sua presença na Fórmula 4, deixando claro o seu DNA: o mundo das pistas, velocidade e emoção”, disse Herlander Zola, vice-presidente sênior da Fiat para a América do Sul.

“É um grande orgulho participar ativamente desse momento histórico, em que estamos incentivando com nossos motores e patrocínio o surgimento das próximas estrelas do automobilismo nacional e talvez até da Fórmula 1”, acrescentou o executivo.

Iniciativa da Vicar, promotora da Stock Car Pro, Stock Series e Turismo Nacional, a Fórmula 4 no Brasil terá supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). As primeiras provas serão neste fim de semana no Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu (SP). Ao todo, serão seis rodadas triplas ao longo da temporada, totalizando 18 corridas.

Cada etapa terá duas provas aos sábados e uma aos domingos, cada uma com 25 minutos de duração. Neste fim de semana, as disputas serão às 9h40 e 14h40 do sábado (14) e às 12h10 do domingo (15). A disputa terá 16 pilotos com idade a partir de 15 anos distribuídos em quatro equipes (Cavaleiro Sports, Full Time Sports, KTF Sports e TMG Racing).

Entre eles estarão Fernando Barrichello, filho do ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello, Nicolas Giaffone, filho de Felipe Giaffone, piloto de Fórmula Truck, e a pilota Aurelia Nobels. O vencedor da temporada da categoria por aqui receberá 12 pontos dos 40 necessários para a Superlicença exigida pela FIA para quem deseja correr na Fórmula 1.

As próximas etapas do Campeonato Brasileiro de Fórmula 4 serão: 30 e 31 de julho no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP); 3 e 4 de setembro em circuito a definir; 24 e 25 de setembro novamente no Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu (SP); 22 e 23 de outubro no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO); e 19 e 20 de novembro no Autódromo Nelson Piquet, em Brasília (DF).

“A Fórmula 4 será também, muito em breve, uma importante plataforma de relacionamento com nossos clientes e uma grande oportunidade de apresentar, testar e aproximar nossos produtos dos fãs de velocidade”, afirmou Zola.

Volta da Abarth

Há cerca de dois meses, em março, a Fiat apresentou o Pulse Abarth no BBB 22, confirmando o retorno da ”marca do escorpião”. O SUV desenvolvido no Brasil contará, segundo a montadora, “com as características indispensáveis de um Abarth: performance, tecnologia, inovação e direção provocante”.