Intelbrás e Komeco saem, e Avaí negocia substitutos

Peito e mangas possuem seis interessados, segundo o clube

Peito e mangas possuem seis interessados, segundo o clube

O Avaí está em busca de novas empresas para substituir Intelbrás e Komeco. Ambas as parceiras não quiseram renovar os patrocínios que fizeram na última temporada - quando a primeira adquiriu, inclusive, a cota máster. Agora, a equipe catarinense diz ter outras seis empresas interessadas nos espaços deixados por elas.

"Eles não renovaram em função de a estratégia da empresa para os próximos anos não prever o investimento de mídia em futebol", explica Cláudio Vicente, superintendente de negócios do clube. "Apesar de ainda estarmos em contato com essas empresas, com as quais mantemos relação de parceria, temos outras seis interessadas".

A expectativa do Avaí é que os substitutos sejam definidos no decorrer do Campeonato Catarinense, preferencialmente por companhias que tenham planos em longo prazo. Enquanto esses negócios não forem finalizados, também existe a possibilidade de acertar patrocínios pontuais para as partidas mais atrativas do Estadual.

Vale lembrar que o time catarinense, embora tenha caído para Série B do Campeonato Brasileiro no último ano, já anunciou as renovações dos contratos com WOA e Unimed, ambos até dezembro de 2012, e Eletrosul, também patrocinadora do Figueirense, até dezembro de 2014. A Ambev também tem acordo válido até dezembro de 2013.

"Embora Unimed e WOA tenham renovado somente até o final do ano, a Unimed é patrocinadora do Avaí há dez anos, e a WOA está no terceiro ano, sendo, porém, parceiro há muitos anos", elogia Vicente. Para os novos acordos, essa premissa de se manter presente por muitos anos ao lado do Avaí é um dos desejos do superintendente.