Marketing do Cruzeiro se foca em Reebok

No fim deste ano, o Cruzeiro ficará sem um fornecedor de material. A partir deste mês, a renovação com a Reebok passa a ser a prioridade da diretoria de marketing do Cruzeiro, que não quer chegar ao fim do ano com essa pendência.

A parceria entre Cruzeiro e Reebok existe desde o fim de 2009, e a ideia do clube é renovar. A antecipação do acerto do negócio se deve à necessidade de se fazer um planejamento para 2012, com o desenvolvimento dos desenhos que serão usados e com um plano de distribuição do material.

Há dois meses, o clube já havia anunciado a necessidade de resolver o seu acerto com a Reebok. Na ocasião, o clube ainda formulava um modelo de contrato que seria oferecido à atual fornecedora e às suas concorrentes, caso não houvesse um acordo com a primeira opção.

Na época, a própria Vulcabrás, grupo que detém a Reebok, falou à Máquina do Esporte que o interesse seria pela renovação. A empresa não estaria atrás de novos clubes, mas sim da manutenção dos atuais, com Cruzeiro, São Paulo e Internacional com a Reebok, e Flamengo com a Olympikus.

Loja móvel

O Cruzeiro estreou a sua loja móvel neste mês, criada para aumentar a venda, o que naturalmente deve agradar a Reebok. O clube ainda considera cedo para fazer uma avaliação do projeto, mas comemora a aceitação dos torcedores de Uberl"ndia, onde a loja esteve.