Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Surfe

WSL fecha parceria com TikTok e terá conteúdos exclusivos no Brasil

Rede social chinesa de vídeos curtos mostrará bastidores das competições de surfe no país

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 11/05/2022, às 16h52 - Atualizado às 16h54

Gabriel Medina, tricampeão mundial de surfe, é um dos destaques do Brasil na modalidade - Reprodução / Instagram (@gabrielmedina)
Gabriel Medina, tricampeão mundial de surfe, é um dos destaques do Brasil na modalidade - Reprodução / Instagram (@gabrielmedina)

A World Surf League (WSL)e o TikTokanunciaram, nesta quarta-feira (11), uma parceria para 2022 e 2023. A plataforma estará presente no Rio Pro, etapa do Championship Tour, no Rio de Janeiro, no Saquarema Pro, e nas duas etapas do Qualifying Series, divisão de acesso do surfe mundial, em Salvador (BA) e Ubatuba (SP). 

“Essa parceria com a WSL é muito importante para nós, já que nos aproxima mais dessa comunidade que é tão inspiradora para o público brasileiro”, afirmou Kim Farrell, diretora de marketing do TikTok para a América Latina.

“A parceria com o TikTok nos deixa muito animados, pois trata-se de uma plataforma com uma comunidade gigante, que cresce a cada dia, que fará a WSL e o surfe em geral ganharem ainda mais espaço, potencializando a visibilidade do esporte”, celebrou Ivan Martinho, CEO da WSL para a América Latina e colunista da Máquina do Esporte

As etapas do Qualifying Series serão transmitidas no TikTok, no site e redes sociais da WSL. Já no Rio Pro e no Saquarema Pro, o TikTok terá ativações e mostrará os bastidores dos eventos na plataforma, com conteúdo exclusivo no perfil da WSL no TikTok (@wslbrasil).

“O TikTok se tornou um espaço no qual fãs de todas as modalidades conseguem encontrar conteúdo inédito e criativo nesse sentido. E com o surfe isso é ainda mais evidente, com muitos criadores falando sobre esse esporte. Para se ter uma ideia da potência do assunto, a hashtag ‘surf‘ tem quase 6 bilhões de visualizações“, contou Farrell.

Brasil, o país do surfe   

O surfe está em ascensão, já se posicionando entre os cinco esportes mais admirados e praticados no Brasil, e tem despertado interesse de anunciantes. Entre os patrocinadores mais recentes da modalidade estão Banco do Brasil, Oakberry, 51 Ice, Unicesumar, Localizae Australian Gold, além de Oi, Enel, Prefeitura de Saquarema, Havaianas, Oakley, Coronae Red Bull.

O Brasil domina o surfe há alguns anos. Entre as últimas conquistas do país destacam-se o tricampeonato mundial conquistado por Gabriel Medina, o vice-campeonato mundial de Tatiana Weston-Webb e o ouro obtido em Tóquio 2020 por Ítalo Ferreira, na estreia do surfe nos Jogos Olímpicos.